Quinta-feira, 9 de Novembro de 2006

...

Fotos Morangos

Aqui ficam Fotos dos Morangos Com Açúcar 4:

sinto-me:
publicado por tomas às 18:06

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...

musicas da serie morangos com açucar ferias de verao III (3)

D'ZRT - Verão Azul
D'ZRT - Essência (da minha vida)
D'ZRT - Herói por um dia
Mercado Negro - Leoa Tigresa
seBenta - Bem, Pensando Assim
Easyway - October 9th
Mundo Secreto - Mão no Ar
(Musica da Susana e do Afonso)
Squeeze Theeze Pleeze - Simple Things Last
Andre Indiana - Rip Off
Mind da Gap - No Stress
4 Tastes - As Folhas já não caiem
4 Taste - Sempre que te vejo
Ménito ramos - viver por prazer
Civic - Love Has Left To Space!
Tiago Castro  - Só Contigo
Patrícia Candoso - Volta as Vezes que Quiseres
Pedro Bargado - Boulevard
Wisin and Yandel - Rakata
Loto - Cuckoo Plan
4Taste - Prate ter
4Taste - Desta vez eu não te vou perdoar

[podes fazer o download das musicas no nosso grupo http://groups.msn.com/morangonovidades , nem todas as musicas estao ainda disponiveis na internet , quando aparecerem nos avisaremos la no nosso grupo !! ]

sinto-me:
música: um amigo tu es
publicado por tomas às 18:01

link do post | comentar | favorito
|

...

banda

Parece que as Férias de Verão vão ser muito divertidas! Sabia que a "Mimi", a "Mónica", a "Rute" e a "Carla" vão formar uma banda? É verdade! A banda vai chamar-se "Chantilly" e vai ser só mesmo para divertir, a banda não vai sair da série. Ao que parece "Mónica" e "Rute" vão por o fim à banda, a "Mimi" vai ficar famosa como sempre desejou e a "Carla" vai apaixonar-se! Não percas, brevemente, na TVI, os "Morangos Com Açúcar"!

 creditos: morangomanias

Escrito por tomas.santos01@hotmail.com em 17:30 em |Link | Comentário (33)

FF está há semanas no top e espera regressar a “Morangos”


   
 
 
 

2006-07-19, TvMais

A novela “Morangos com Açúcar” lançou-o para as capas de revistas e jornais enquanto actor e, mais tarde, como cantor. Desde então, Fernando Fernandes, de 19 anos, nunca mais parou. Actualmente, ocupa os lugares cimeiros do top nacional de vendas de música com o álbum “Eu Aqui” e tem uma série de concertos agendados para o Verão. Apesar do assédio de que é alvo por parte dos fãs, o jovem recusa-se a alterar o seu dia-a-dia, mas confessa que o fanatismo lhe faz confusão. Por tudo isto, a tvmais foi conhecer este “fenómeno”.

Podemos dizer que desde que se conhece por gente que gosta de cantar?
Fernando Fernandes: Ainda estava na cadeirinha de bebé e já batia palmas e cantava. É um gosto que nasceu comigo e que foi cultivado pelos meus pais.

A sua vida mudou com a participação e a vitória no programa da SIC “Bravo Bravíssimo”…
F.F.: Foi uma experiência maravilhosa! Adorei ter conhecido Itália, apesar de me ter inscrito por brincadeira. Na altura, houve possibilidades de gravar um CD, mas como era novinho, achei que não era o momento.

Depois disso, como foi o seu percurso?
F.F.: Apostei na formação. Morei até aos sete anos em Almada e depois fui viver para um monte alentejano. Aí estudei na Escola Profissional de Música de Évora. Terminei o curso e continuei na área. Tinha aulas de voz, aprendi a tocar piano e violino e durante esse período surgiu a oportunidade de fazer uma peça musical com o meu professor de violino.

E foi nessa altura que surgiu o “bichinho” da representação?
F.F.: Exacto. No final do curso, resolvi apostar nisso e ele falou-me numa escola em Cascais. Assim, vim do Alentejo outra vez para a Margem Sul, sítio que já conhecia, e fiz três anos do curso profissional de Teatro. Entretanto, estava a fazer a prova de aptidão profissional quando um amigo me perguntou se eu queria fazer um casting para os “Morangos com Açúcar”, para uma personagem que cantasse. Fui fazê-lo e, cinco dias depois, soube que tinha entrado.

Como foi interpretar o Tomé? Identifica-se com ele?
F.F.: Sou diferente dele. O que mais me fascinou foi o facto de, a princípio, ele estar muito no seu canto e depois ir-se revelando e conquistando o seu sonho.

Tal como o Fernando...
F.F.: Nesse aspecto, sim. Fui traçando o meu caminho e as coisas correram bem. Agora, ele é tímido e tem problemas com a imagem e eu, felizmente, não tenho problemas desses. E, se já os tive, hoje em dia estão ultrapassados.

Teve uma adolescência complicada?
F.F.: Não, até porque a passei a fazer aquilo que mais gosto e num meio onde toda a gente queria o mesmo que eu. As escolas profissionais são quase uma família.

E pretende continuar os estudos?
F.F.: Quando tudo isto acalmar, gostava de ir para o estrangeiro e apostar num curso que junte as três áreas de que mais gosto: música, teatro e dança.

Considera-se organizado e metódico ou nem por isso?
F.F.: Sou bastante organizado, metódico já não tanto. Gosto de fugir à rotina, mas no que acho que é importante sou racional.

Era daqueles meninos cheios de miúdas atrás?
F.F.: Não, era um miúdo normal. Tanto tinha como não tinha (risos)...

E como foi lidar com o assédio das fãs do Tomé e do FF?
F.F.: Entrar para os “Morangos” dá mediatismo, é um facto. Isso não me incomoda, mas faz-me confusão o fanatismo. Sempre tive os meus ídolos, mas nunca fui atrás deles. No caso desta novela é uma loucura, as pessoas fazem quilómetros só para nos verem e esse fenómeno é que me surpreendeu: o facto de as pessoas dizerem que gostam muito de nós e nós nem as conhecermos. Isso foi uma surpresa, mas não muda o meu dia-a-dia. Não fico em casa fechado por causa disso.

O facto de o álbum “Eu Aqui” estar há semanas no top nacional de música foi uma boa surpresa…
F.F.: Sim, foi inesperado mas fiquei muito satisfeito. Fiz o meu melhor e esperei a aceitação do público. E ele aderiu melhor do que o esperado: já é dupla platina.

Como foi abrir um dia de concertos no Algarve Summer Festival, em Faro?
F.F.: Correu melhor do que esperava. Pela primeira vez, toquei piano ao vivo, numa versão de uma música de António Variações. Foi um dos momentos altos e é estimulante ver que as pessoas não cantam simplesmente as duas músicas que passam nos “Morangos”, mas já sabem as do álbum.

E o regresso a “Morangos”, está para breve?
F.F.: Isso é algo que ainda está a ser pensado. Era giro o Tomé reaparecer com uma nova história, até porque o final dele ficou em aberto. Se isso de facto vai acontecer ou não, já não sei dizer.

sinto-me:
música: Geraçao rebelde
publicado por tomas às 18:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Novembro 2006

.Blogs


morangoconcursogif2.gif


morangoconcursogif3.gif


morangoconcursogif4.gif


morangoconcursogif5.gif

blogs SAPO

.subscrever feeds